Home /
João e o Curso de Administração

João e o Curso de Administração

Hoje eu tenho uma história para te contar, a história do João, retirada do site http://www.administradores.com.br/

“Jão (como era chamado pelos amigos) era um cara extremamente sonhador, um empreendedor nato, daqueles que enxergam o mundo com outros olhos, como um lugar por ser construído e oportunidades por serem geradas ao passo de uma boa idéia criativa e inovadora. Daqueles que não se contentam com um mero emprego e perseguem um propósito maior. Não quer sua existência limitada a nascer, crescer, reproduzir e morrer. Pensa grande, pensa que pode, literalmente, mudar o mundo, como Jobs ou Zuckerberg já o fizeram por meio de seus empreendimentos.

Com diversas ideias inovadoras na cabeça, mas sem saber exatamente como colocá-las em um plano prático de negócios, leu a descrição de um curso de Graduação em Administração e não teve dúvidas, esse era o curso que ele precisava, pois dizia que o perfil do formado ia ter desenvolvida a visão sistêmica, liderança, habilidades em marketing, formação de equipes, preços e, o principal, o senso de empreendedorismo, aquele que fazia seu coração pulsar cada vez mais forte. As histórias de sucesso das startups realmente mexiam com ele e estava ansioso para iniciar seu processo rumo ao sonho que carregava.

Iniciado o curso, começou a encarar uma realidade que não esperava. A maioria dos professores literalmente reproduziam conteúdo de livros, alguns que ele já lera, e chegavam nas “provas” solicitando literalmente uma nova reprodução daquilo que ouviram em sala de aula. Aulas maçantes com pouca participação, verdadeiros monólogos, em que o docente pouco se importava com seus sonhos e seus objetivos. Fora isso, as disciplinas eram extremamente desmotivantes, com o primeiro semestre recheado de disciplinas fragmentadas. Não suportava o fato de matemática ensinar cálculos sem que houvesse uma verdadeira conexão com o mundo real ou uma aplicabilidade do conteúdo na montagem de algo prático. Em verdade, sentia que o mundo entre os muros da universidade literalmente havia parado no tempo. Temas atuais ficavam de lado e conteúdos extremamente arcaicos, tanto na sua forma de abordagem quanto na sua essência, faziam com que sua presença ali ficasse cada vez mais sem sentido.

João tentava manter a chama de seu sonho acesa. Havia alguns docentes que eram joias raras e travavam pequenas batalhas silenciosas contra o modelo antiquado e é graças a esses heróis velados que João perseverou no curso de graduação e tirou seus maiores aprendizados.

Mas era inevitável. De negativas em negativas João foi se adequando ao sistema e gradativamente seus sonhos foram substituídos por uma certa “mediocridade”. De repente, viu-se fazendo algo que não acreditava e não gostava, mas era o suficiente para ele e para todos que o rodeavam.

Hoje, João se soma aos milhões de trabalhadores sem esperança, aqueles que vivem uma realidade totalmente distante da que sonhavam, sentem a falta de um remédio para o tédio, afinal é necessário um remédio para curar a alma, quando sua essência está distante de sua realidade.

E aí, quer construir a sua história diferente da do Jão?

#vemprafatenp #metodologiasativas #aquiagentefaz

http://www.fatenp.com.br/

A Fatenp adota metodologias ativas de aprendizagem para a construção do espirito empreendedor dos alunos. Além do curso de Administração, os cursos de Contabilidade, Jogos Digitais e Design de Interiores preparam o aluno para enfrentar os desafios do mercado com criatividade.

Texto/Fonte: http://www.administradores.com.br/